31 de outubro de 2012

Septuagésimo Quinto Capítulo De Ostentação - Arthur se declara para Alana:



SEPTUAGÉSIMO QUINTO CAPÍTULO.
CENA 1 – SÃO PAULO. CAPITAL. BRAZILIAN UP. SALA DE GUILHERME. Int. Dia.
Oscar fica trêmulo.
OSCAR – (ALTERANDO/PEGANDO NA GOLA DE GUILHERME) Quem foi que te contou isso? QUEM?
GUILHERME – (FORÇA A MÃO DE OSCAR ATÉ QUE O MESMO O COLOQUE NO CHÃO) Ninguém precisou me contar isso... Eu descobri! Teve um dia que você estava conversando com alguém no telefone... Alguém não, vamos abrir esse leque de uma vez. Você estava conversando com a Eliane e eu estava chegando à sua sala para te mostrar uns papeis... Enfim, agora eu sei de tudo!
OSCAR – Como você consegue ser tão baixo?
GUILHERME – Baixo? Isso não é baixaria... É meu mecanismo de defesa! Se você atacar meu plano eu ataco você, é assim que funciona, agora se você colaborar e não contar nada pra sua filhinha, eu não abro a boca pra contar o que eu sei sobre você. Você é quem escolhe!
OSCAR – E o que você pretende fazer?
GUILHERME – Eu pretendo ter um casamento abençoado pelo pai da noiva...
OSCAR – Isso NUNCA!
GUILHERME – Beleza! Prepara a chupeta e a mamadeira por que o mundo inteiro vai saber que Oscar Leal ganhou uma herdeira!
OSCAR – (GRITA) Não, não! Tudo bem... Nós temos um acordo. Eu não abro a boca e você mantém o meu segredo longe da mídia e da Alana...
GUILHERME – Foi bom fazer um acordo com você... Agora sai! Eu preciso trabalhar!
Oscar deixa a sala de Guilherme em silencio.
CORTA PARA:
CENA 2 – SÃO PAULO. CAPITAL. COMPANHIA CRIMINAL. SALA DE MARTIN. Int. Dia.
Martin está trabalhando. Flávia aparece na porta.
FLÁVIA – Eu posso entrar?
MARTIN – (FECHA UM LIVRO E LEVANTA) Claro que pode, entra aí!
Flávia entra na sala e chega mais perto.
FLÁVIA – Eu vim aqui pra te falar do nosso passeio aquele dia... Eu gostei muito, obrigada!
MARTIN – Que bom que gostou... Se quiser fazer de novo é só combinar.
FLÁVIA – (SORRINDO SEM GRAÇA) Eu adoraria...
Martin chega mais perto de Flávia.
MARTIN – E aí? Será que eu posso te beijar? É minha sala... São minhas as regras.
FLÁVIA – (DECIDIDA) Pode!
Martin beija Flávia que apenas deixa fluir.
CORTA PARA:
CENA 3 – SÃO PAULO. CAPITAL. BRAZILIAN UP. SALA DE CAFÉ. Int. Dia.
Arthur e Alana se afastam um do outro.
ALANA – Por que você não deixa as coisas mais fáceis e simplesmente respeita o meu namoro?
ARTHUR – Simplesmente por que não vai ser fácil pra mim ter que ser praticamente obrigado a deixar de amar você!
Alana olha para Arthur surpresa.
CORTA.

News TV, por Marcos Silvério - 31 Out



> Notícias da TV, por MARCOS SILVÉRIO <


Vivi e Aguinaldo Silva conversam sobre novela


Aguinaldo Silva está mesmo animado com a participação de Viviane Araújo em sua próxima novela. Em setembro, o novelista fez o convite à modelo e ex-participante de 'A Fazenda', reality show da Record, e já começou a conversar com ela sobre o trabalho. "Sabem com quem acabei de falar? Com Viviane Araújo, te mete! Conversamos sobre a personagem dela", contou Aguinaldo no Twitter na última segunda-feira (29).

Inicialmente prevista para estrear em outubro de 2014, a nova trama pode ser antecipada, segundo disse o autor. "Os deuses conspiram fortemente para que eu escreva antes: tem culpa eu?", brincou.

Em tempo: Viviane já fez cursos de interpretação com os diretores Ignácio Coqueiro, Cininha de Paula e Edson Spinello, mas este será seu primeiro trabalho em uma novela. Em entrevista ao site pessoal de Aguinaldo Silva, Vivi contou que gostaria de viver uma personagem totalmente diferente dela, que, inclusive, a fizesse mudar de visual.

Fonte: Yahoo


Globo procura locações para novela em São Paulo


O diretor Mauro Mendonça Filho, responsável pela substituta de “Salve Jorge” na Globo, escrita por Walcyr Carrasco, depois de um giro internacional, agora procura em São Paulo locações para a novela. Está na companhia do próprio autor.

A história vai sair um pouco do Rio de Janeiro. Mas só um pouquinho.

Fonte: Flávio Ricco


Danielle Winits é escalada para novela de Carrasco


Mesmo no ar em "Malhação", a atriz Danielle Winits já tem um novo trabalho pela frente na Globo.

Segundo a coluna Outro Canal, o diretor Wolf Maia escalou a loira para a próxima novela de Walcyr Carrasco, a primeira do autor na faixa das 21h, em 2013.

Na trama, Susana Vieira fará uma personagem dramática, enquanto Elizabeth Savalla seguirá com sua veia cômica. Ary Fontoura também estará na produção, como um paciente do hospital e dono de um segredo que envolve toda a história.

Embora ainda haja poucas informações sobre a nova novela de Walcyr Carrasco, sabe-se que haverá um grande hospital e que ele deverá ser de propriedade do personagem de Antonio Fagundes.

O folhetim irá substituir "Salve Jorge" no ano que vem.

Fonte: Na Telinha


"Rebelde" chegará em breve à África


A versão brasileira de "Rebelde", produzida pela Record entre o ano passado e este ano, está desembarcando na África no mês de novembro.

O folhetim adaptado por Margareth Boury chegará aos países de Angola e Moçambique pela Zap Novelas, um canal segmentado e voltado para produções internacionais, no horário nobre. A estreia está prevista para ocorrer no dia 7 de novembro e a trama irá ao ar às 18h na Angola e às 19h em Moçambique.

Na África, "Rebelde" levará o nome de "Rebelde Rio". A alteração será feita para que possa haver distinção entre a versão mexicana, "Rebelde", e argentina, "Rebelde Way".

Angola e Moçambique serão alguns dos primeiros países a receber a versão da Record do folhetim, cujas franquias mexicana e argentina fizeram grande sucesso por todo o mundo.

Fonte: Na Telinha


Marisa Orth será uma beata rica e surtada em "Sangue Bom"


Marisa Orth promete fazer sucesso na próxima novela das sete da Globo, "Sangue Bom".

Na história de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, a atriz será Damaris Carmim, uma beata muito rica e totalmente surtada. Segundo a jornalista Regina Rito, do jornal "O Dia", a personagem será ex-mulher de Wilson (Marco Ricca).

Na trama, ainda estarão no elenco nomes como Malu Mader, Regiane Alves, Marco Pigosi, Sophie Charlotte, Fernanda Vasconcellos, Jayme Matarazzo, Letícia Sabatella, Deborah Evelyn, Ingrid Guimarães, Bruno Garcia, Letícia Isnard, Humberto Carrão, Daniel Dantas e Louise Cardoso.

"Sangue Bom" tem previsão de estreia para abril do ano que vem.

Fonte: Na Telinha


Fernanda Nobre deixa a Record e quer voltar à Globo


Longe das novelas desde "Poder Paralelo" (2009), de Lauro César Muniz, Fernanda Nobre não renovou seu contrato com a Record e agora demonstra intenção de voltar à Globo.

A atriz, que foi lançada em "Malhação" - onde interpretou a vilã Bia -, declarou que pretende estudar e se dedicar ao teatro e ao cinema. Ela também afirmou que gravou um vídeo para o cadastro de atores da Globo e que sonha em trabalhar em um folhetim de Walcyr Carrasco. Ele, como se sabe, será o autor da próxima novela das 21h.

Em tempo: A saída de Fernanda Nobre é apenas mais uma das perdas recentes da Record no campo da dramaturgia. Apenas neste ano, nomes como Françoise Forton, Cláudia Alencar, Edwin Luisi, Zezé Motta e Vanessa Gerbelli deixaram a emissora.

Dentre estes, Edwin e Zezé já acertaram novos trabalhos na Globo. Françoise, por sua vez, já declarou que está em busca de uma vaga na emissora carioca.

Fonte: Na Telinha


Eliana fará "Rola ou Enrola" com celebridades


Em janeiro, o programa "Eliana" vai promover um "Rola ou Enrola" especial.

A apresentadora já está adiantando as gravações para as férias e entre elas consta o quadro com a participação de celebridades.

Eliana vai ajudar algumas mulheres famosas a encontrarem um novo amor. Durante toda a temporada de verão, participarão do "Rola ou Enrola" as cantoras Stephany Absoluta, Adriana Ribeiro e Andressa Soares (a Mulher Melancia), além da Miss São Paulo Capital 2011, Aline Pierre, e a assistente do "Programa do Ratinho", Milene Pavorô.

Todos os domingos elas conhecerão alguns pretendentes, que se apresentam em cima de uma esteira. Cada artista segue no quadro até que aceite se encontrar com alguém.

A estreia acontecerá no dia 6 de janeiro, com a presença do grupo Parangolé, de Léo Santana.

Fonte: Na Telinha


"Tudo é Possível" pode deixar a grade da Record


No ar nas tardes de domingo da Record desde agosto de 2005, ainda sob a apresentação de Eliana, o “Tudo é Possível” pode estar em suas últimas edições.

A atração, que hoje é apresentada por Ana Hickmann, estaria com seu cancelamento decretado para o final deste ano.

Audiência: A principal razão para o encerramento da produção seria a baixa audiência que é conquistada – em torno de 5 a 7 pontos de média -, fato este que é aliado ao alto custo operacional.

A queda da audiência do “Tudo é Possível” teve início em 2009, com a chegada de Ana Hickmann, do “Programa do Gugu” e com as mudanças no horário de exibição. O programa, que começava às 14h, passou a iniciar na faixa do meio-dia, a qual possui um número de telespectadores inferior.

A audiência média da atração, que oscilava entre 7 e 9 pontos sob o comando de Eliana, caiu para 5 a 7 pontos com Ana Hickmann e com início mais cedo.

Custos: Os custos operacionais do vespertino da Record cresceram nos últimos anos. A troca de direção, que passou para o núcleo de Vildomar Batista, fez com que novos quadros e investimentos fossem feitos porém com pouco retorno.

Viagens internacionais e quadros de maior impacto, como o “A Casa de Ana Hickmann”, elevaram a folha de gastos da Record e não têm trazido o retorno esperado. O “Top Model”, inicialmente desenvolvido para ser um quadro e que se tornou um programa próprio, é um destes exemplos. Houve todo um investimento na estrutura do reality cuja audiência não ultrapassa a casa dos 6 pontos.

Rumores: Os rumores de cancelamento do “Tudo é Possível” persistem nos bastidores da Record desde o ano passado. Na época, houve grande esforço por parte da alta cúpula, da apresentadora Ana Hicknann e do diretor Vildomar Batista, de desmentirem o fato. Entretanto, desta vez, o fim é considerado iminente.

Outra cogitação que vem sendo feita há alguns meses é que Luciana Gimenez estaria sendo sondada para ir para a Record e comandar o “Tudo é Possível” ou uma atração em seus moldes.

A apresentadora substituiria Ana Hickmann, que passaria a se dedicar integralmente ao recém estreado “Programa da Tarde”. A formalização de um convite estaria para ser feita há algumas semanas, porém não há mais relatos desta negociação.

Fonte: Na Telinha


"Casos de Família" trata pedofilia como banalidade


O programa "Casos de Família", do SBT, normalmente apresenta assuntos polêmicos, alguns deles sendo tabu na sociedade. Mas, na segunda-feira (29), a edição da atração chamou a atenção por tratar de um caso de pedofilia como se fosse uma banalidade.

Uma das descrições dos participantes da edição do programa, disponível na página de internet do SBT, conta a história de um homem que mantém relações com uma menina desde quando ela tinha 11 anos. A legislação brasileira e a Organização Mundial de Saúde (OMS) consideram crime a relação sexual entre adultos e crianças, resultante em coito ou não.

Leia a descrição abaixo:

"Bahia tem 52 anos e Mislene, 21. Ela está casada com ele desde seus 11 anos. Ela conta que no começo ele vinha fazer certas 'brincadeirinhas' e ela deixava, então foi assim que tudo começou. 'Durante um tempo o Bahia bebia muito, então me tiraram de perto dele'. Bahia conta que já ficou com várias meninas mais novas, pois elas topavam fazer tudo por apenas 5 reais. Mas diz que depois disso, Mislene foi a única mulher que o colocou na linha, apesar dela ter idade para ser sua filha."

No palco, o assunto foi tratado com ares de banalidade, tendo sido dito, inclusive, que "o crime já teria sido prescrito", devido ao tempo em que o casal está junto. O SBT e a produção do programa não se pronunciaram oficialmente sobre a repercussão do assunto.

Fonte: Yahoo


Band enxuga transmissão do Mundial de Clubes


A Bandeirantes estava com tudo armado para a cobertura e transmissão do Mundial de Clubes no Japão em dezembro. Havia, no papel, a pretensão de mandar uma equipe completa, instalar link na concentração do Corinthians, acompanhar a delegação, além de outras ideias.

Havia, bem entendido, porque cortaram tudo. Agora, depois da contraordem, irá apenas o repórter Fernando Fernandes, ainda assim só para fazer matérias.

Fonte: Flávio Ricco


Empresário de palhaços causa desconforto no SBT


O empresário e produtor da dupla Patati Patatá, Rinaldi Faria, tem sondado os testes do Bozo, que ainda ocorrem na SBT. Dizem que o pessoal da produção do programa não gosta de vê-lo circulando com tanta, digamos, simpatia pelo local. Comenta-se nos corredores que ele estaria com medo do Bozo. No entanto, não há motivos para tal (por enquanto). Até aqui nunca se falou da saída da dupla das manhãs do SBT (os palhaços comandam o "Carrossel Animado").

Outra coisa: Patati e Patatá atingem uma faixa etária menor do que a do público do Bozo. Os baixinhos fãs da dupla têm até três anos, no máximo quatro. Já Bozo  e sua turma alcançam a garotada até os 11 anos (e os pais deles também). O fato é que o programa do velho palhaço deverá estrear no SBT em janeiro. A produção já fez testes com vários candidatos e agora está na fase da prova de maquiagem. Os nomes (no passado eram três palhaços) dos rapazes que vestirão a fantasia de Bozo deverão ser conhecidos em breve (por mais que se tente esconder, claro).

Fonte: Yahoo


O sonho que Silvio Santos ainda não pôde realizar


Aos 81 anos, o apresentador Silvio Santos ainda tem sonhos a serem realizados. Um deles é o de comer um lanche do McDonald's bem quentinho, na própria loja da marca. A informação é do colunista Léo Dias do jornal "O Dia" de segunda-feira (29).

De acordo com a publicação, o sonho de Silvio é justificado: toda vez que ele pede para que seu motorista traga para ele um sanduíche da famosa marca de fast food, o lanche chega frio e, portanto, sem o mesmo gosto original.

A notícia, no entanto, não saiu da boca do Homem do Baú. Quem contou o segredo ao colunista foi Silvinha Abravanel, uma das filhas do patrão do SBT. Atualmente, o apresentador comanda a atração "Programa do Silvio Santos", aos domingos, em sua emissora.

Fonte: Yahoo


Companheira terá de prestar contas dos bens de Cássia Eller


Cássia Eller, falecida em dezembro de 2001, deixou um filho, Chicão – Francisco Ribeiro Eller, que ela teve com o baixista Tavinho Fialho.

Depois da sua morte, a antiga companheira de Cássia, Maria Eugênia, e o pai da cantora, Altair Martins Eller, oficial do Exército, passaram a disputar a guarda da criança na Justiça, assunto bastante comentado no início da década passada. E se decidiu, na oportunidade, pela guarda provisória compartilhada. A criança ficaria no Rio com Maria Eugênia, mas poderia visitar o avô, em Fortaleza, em datas acertadas. E assim foi.

Acontece que o Chicão atingiu em 2012 a sua maioridade. Durante os últimos 11 anos, Maria Eugênia também ficou responsável por tudo que diz respeito ao patrimônio da Cássia, como royalties por direitos autorais, vendas de disco etc. A Justiça, diante deste quadro e considerando que o Chicão agora tem total capacidade de exercer seus direitos, decidiu que a antiga companheira de Cássia terá que prestar contas da administração desses bens em 30 dias, sob pena de desobediência.

Fonte: Flávio Ricco


Fé no "novelão" leva Gloria Perez a se repetir


Gloria Perez nunca havia assistido a uma novela inteira quando teve a oportunidade de ajudar Janete Clair (1925-1983), já doente, a escrever “Eu Prometo”. Aprendeu com ela a admirar o gênero. E ouviu da rainha do folhetim que tinha uma qualidade fundamental para escrever novelas: o despudor.

Numa foto do escritório da autora, datada de 2006, vê-se com muita nitidez, em lugar de destaque, uma plaquinha com a frase: “Só os imbecis têm medo do ridículo. Nelson Rodrigues”. Não sei se ela ainda conserva o objeto, mas tenho certeza que continua acreditando na mensagem.

Dentro deste contexto – de que novela é sinônimo de fantasia –, Gloria Perez desenvolveu em suas últimas obras o hábito de estabelecer a ação sempre em dois planos, no Brasil e em algum recanto exótico para os brasileiros, como Marrocos ("O Clone") e Índia ("Caminho das Índias"). 

Além disso, acrescentou aos seus folhetins a preocupação em discutir temas reais, de grande apelo midiático, como doação de órgãos ("De Corpo e Alma") ou crianças desaparecidas ("Explode Coração"). As chamadas ações de responsabilidade social que introduziu em suas tramas deram às novelas um caráter jornalístico, que se contrapõe ao da fantasia.

Conscientemente, ou não, Gloria Perez criou uma forma de bolo, capaz de fazer com que a assinatura de suas novelas seja imediatamente reconhecida. No caso de “Salve Jorge”, que estreou há uma semana, a ação se passa entre o Rio e a Turquia, mostra a “pacificação” do Complexo do Alemão e trata do tráfico internacional de mulheres em Madri.

Obviamente, há mais, muito mais, na novela. Quase um romance de capa e espada, a trama opõe militares brigando por causa de mulheres e cavalos. Tem também vários conflitos entre ricos, além de disputas entre pobres, entre outros clichês obrigatórios.

Têm, ainda, beijos apaixonados sob a chuva, gente misturando português com turco na Capadócia, personagem dando um pulo em Istambul e voltando para o Rio no mesmo capítulo e Irina, uma russa com a cara da Vera Fischer, falando português em Madri. São quase 100 personagens, lutando por espaço na imaginação da autora.

O despudor que aproxima Janete Clair, Nelson Rodrigues (1912-1980) e Gloria Perez é o de não ter receio de tornar reais as mais absurdas fantasias humanas. “Todos nós precisamos sonhar. Sonhar faz parte das necessidades humanas. Se a novela cumpre essa função, já faz o seu papel”, resumiu a autora numa entrevista ao projeto "Memória Globo".

Gloria Perez segue acreditando com convicção na força do modelo que aprimorou – os primeiros sete capítulos mostram que está tudo lá. Também acredito na força do novelão, mas não é possível ignorar que, imediatamente depois de “Avenida Brasil”, que propôs uma sutil adaptação desta receita, muito mais ágil, com menos tramas e personagens, “Salve Jorge” parece pesada, com excesso de paramentos.

Ao longo dos próximos meses veremos se esta “assinatura” da autora, hoje tão facilmente reconhecível, é uma qualidade ou um defeito.

Fonte: Mauricio Stycer, do UOL


O primeiro mês de "Balacobaco"


Restando apenas mais dois dias para o término do mês de outubro, "Balacobaco", a nova novela da Record, também chega perto de seu aniversário de um mês e desde já é possível fazer algumas análises acerca de seu desempenho.

Com promessa de apostar no tom popular e colorido para reverter a forte rejeição à trama policial e escura de "Máscaras", a novela de Gisele Joras vem acertando em alguns pontos e pecando em outros de forma gravíssima.

"Balacobaco" é a terceira novela da carreira de Joras e é a única pensada desde o início para a faixa das 22h. E, curiosamente, é a que vem errando em aspectos simples. A ausência de histórias nos núcleos secundários, por exemplo, é uma delas. Com um mês no ar, ninguém sabe dizer a que Cremilda, de Solange Couto, veio. Nem mesmo Zé Maria, personagem de Silvio Guindane, que pela enésima vez repete um papel de um malandro que busca se dar bem (assim como em "Vidas em Jogo", sua última novela).

Outros personagens seguem perdidos na mesma proporção. Léo Rosa, intérprete do Breno, Thierry Figueira, o Patrick, e a tal Rádio Ampola, por exemplo, ainda seguem totalmente desconexas com o resto da história. A maior decepção, no entanto, é o desperdício do talento de Simone Spoladore, a Verônica.

A ausência de uma boa estrutura de texto também é percebida no trabalho feito com as gêmeas Diva e Dóris, de Bárbara Borges e Roberta Gualda respectivamente. As duas deveriam atuar como vilãs mas se perdem bastante no humor, o qual executam muito bem mas deixam de cativar o telespectador que busca cenas típicas de um folhetim. Bárbara Borges ainda se destaca mais por sua ótima atuação mas repete as mesmas caras, bocas, sotaques e marcas de sua última personagem, a Elvira de "Bela, a Feia" - da mesma autora.

"Balacobaco" ainda passa um ar de "já vi esta história em algum lugar". Além de Silvio Guindane e Bárbara Borges com personagens bastante parecidos com o de um passado não muito distante, a repetição de atores e de cenários também reforça isso. A história de Betina, vivida por Julianne Trevisol, e Arthur, de Luiz Guilherme, começou com um mistério e com um fundo de ódio e disputa no ar. Apenas lembrando que os dois tinham a mesma rivalidade em "Vidas em Jogo", onde interpretavam pai e filha.  Agora, por sua vez, os dois são amantes.

A ambientação em uma agência de turismo também lembra muito as das agências de publicidade que Gisele Joras utilizou em "Bela, a Feia" e em "Amor e Intrigas". A cidade cenográfica, que é bastante similar a de "Vidas em Jogo", e a escalação de atores que participaram de uma produção que acabou há praticamente seis meses também reforça a sensação de dejà vu.

Dos pontos de acerto em sua história, "Balacobaco" tem as boas atuações de Juliana Silveira, a Isabel, e Bruno Ferrari, o Norberto. Os dois estão bem definidos e mostram ao telespectador quem é a mocinha e quem é o vilão de verdade de toda esta confusa trama. Também vai muito bem a participação de Antonia Fontenelle, a Marlene, que interpreta um papel parecidíssimo com a imagem que tem perante a opinião pública.

Ainda faltam pelo menos mais seis meses para "Balacobaco" chegar ao fim e é possível confiar na trama. As histórias, embora um pouco confusas, podem se envolver e agradar o telespectador. A trilha sonora é bastante caprichada e adequada ao público alvo da mesma forma que a direção também é competente.

A missão do folhetim também é bastante complicada. Elevar a audiência de "Máscaras" e entregar bem para a trama de Carlos Lombardi, contratado a peso de ouro, mostram a responsabilidade que se recaiu sobre um autora nova mas que já provou ser competente.

Fonte: Na Telinha


Notícias rápidas da TV


“Profissionais do Ano”
Na esteira do sucesso de “Avenida Brasil”, Débora Nascimento e José Loretto, Tessália e Darkson, estão entre os escolhidos para apresentar a nova edição do prêmio “Profissionais do Ano”. O evento, que mexe com todo o mercado, vai acontecer no próximo dia 7, em São Paulo, no HSBC.

Rio diferente
Carlos Lombardi segue trabalhando na sinopse da sua primeira novela na Record. Entre o que já está decidido, sabe-se que a história irá se desenvolver no Rio de Janeiro. Mas “um Rio com twist”. O duro agora é isso, descobrir o que ele está querendo dizer.

Antiga forma
Após um longo período, o "Jornal Nacional", enfim, voltou com o seu começo original - aquele em que a grua traz a imagem da redação até chegar à bancada, no mezanino. Bacana aquilo. Por algum motivo não estava sendo assim.

Melhor das intenções
Pensando bem, não se deve criticar a direção da Record, porque a partir de amanhã, quinta-feira, a nova “Fazenda” vai entrar às 8 e meia da noite e a reprise de “Rei Davi” logo em seguida. Tem todo sentido. Depois de uma coisa que se pretende mais atrevida, sempre é bom rezar. Não podia ser um simples absurdo.

Absurdo
A violência contra jornalistas no domingo da eleição não se limitou a São Paulo. Um cinegrafista e um repórter da TV Gazeta, afiliada da Globo no Espírito Santo, foram agredidos por correligionários de Neucimar Fraga (PR), candidato derrotado à prefeitura de Vila Velha. A redação está revoltada com a situação. Uma equipe da TV Vitória, afiliada da Record e que registrou as imagens da agressão, teve o seu equipamento danificado.

Repouso absoluto
Depois de uma colaboração importante no processo de implantação de “Gabriela”, Roberto Talma, agora, está por conta da sua completa recuperação. Qualquer outro trabalho, só no ano que vem, mas aí com a pilha nova. Talma deveria supervisionar a série “A Teia”, em 10 episódios, mas passou essa bola para Rogério Gomes, o Papinha, que dividirá o programa com Márcio Garcia.

Agora de farda
William Vita, no avesso do bandido de “Avenida Brasil”, agora será um policial em “Guerra dos Sexos”. Novela tem disso. As suas primeiras cenas, em externas, foram gravadas em Angra dos Reis, segunda-feira, com a participação do Tony Ramos.

Papo interno
Segundo alguns setores do SBT, desde já existe o desejo de nunca mais se abandonar o público agora conquistado em “Carrossel”. Tanto assim que, depois de “Chiquititas”, deve vir por aí “Carrossel 2”, com outras crianças, outra professora e um elenco completamente novo.

A propósito...
De completamente novo, a Record também pensa a mesma coisa sobre a produção do “Got Talent”. Em relação ao que atualmente existe no “Ídolos”, pessoal de vídeo, a ordem é trocar tudo. Começar do zero.

Catástrofe
O furacão Sandy, entre outras trágicas consequências, também mexeu com o pessoal da TV Globo. Na segunda-feira, horas antes da sua chegada, todos foram informados que deveriam deixar o escritório em Nova York. O prédio foi esvaziado.

Salário atrasado
Monique Evans desabafou sobre sua situação na Rede TV!. Segundo contou no Twitter, ela está com o salário atrasado há 36 dias. "Acho um absurdo trabalhar e não receber. Temos que pagar as contas. O pior é ninguém te atender no telefone." O canal não comentou. E a audiência segue em baixa. Poucos programas dão mais de 1 ponto. Na última semana, de segunda a sexta, a média das 7h às 23h59 só superou a da Gazeta.

Sucesso
Cacau Protásio, uma das revelações de "Avenida Brasil", será uma das convidadas do troféu Raça Negra 2012, que acontecerá no dia 19 de novembro, em São Paulo. Um dos apresentadores da premiação será Érico Brás, o Jurandir de "Tapas & Beijos" (Globo).

Rival
Cirilo terá um rival em "Carrossel" (SBT) a partir de amanhã. Trata-se de Jorge, garoto rico que desperta a atenção de Maria Joaquina.

Tufão, Nina e Sandy
Nova York está a verdadeira casa do Tufão. Murilo Benício está por lá com os dois filhos, o pai e o irmão. Todos estão a salvo do furacão Sandy, mas não há previsão de que eles se encontrem com Débora Falabella e a filha, Nina, que estão em Orlando, curtindo a Disney.

Furacão
A cantora brasileira de mesmo nome do furacão que atingiu anteontem a costa leste dos EUA tem se sentido desconfortável com brincadeirinhas que circulam na internet. Acha de mau gosto. "Dou uma risadinha, mas fico sem graça."

Só de sunguinha
Neymar Jr. fechou contrato com a marca de meias e cuecas Lupo para ser modelo da grife até 2015. A campanha de verão de 2013 foi fotografada no Hotel Casa Grande, no Guarujá.

Férias
Amigas íntimas, Paula Burlamaqui e Amora Mautner estão em Fernando de Noronha, curtindo alguns dias com Júlia, filha da diretora com Marcos Palmeira.

Será?
Mal-estares repentinos levantam suspeitas de que Cléo Pires estaria grávida. Ela não nega nem confirma.

Show surpresa
Mick Jagger e os Rolling Stones fizeram mais um show surpresa em Paris, anteontem. Na apresentação, que custou só US$ 20, eles tocaram "It's Only Rock'n Roll" e "Start me Up".

Star War
George Lucas vendeu a produtora Lucasfilms por US$ 4 bilhões para a Walt Disney, que pretende filmar "Star Wars: Episode 7". O longa deve estrear em 2015 e terá consultoria criativa de Lucas.

De olho
Taylor Swift precisa mostrar à família de Conor Kennedy que é uma boa namorada para ele. Os Kennedy temem que ela atrapalhe os estudos do rapaz, que é mais novo do que ela.

Decotes e fendas são as apostas
O segundo dia da São Paulo Fashion Week começou com o estilo boêmio e malandro da coleção masculina de João Pimenta. Os ternos lembram a moda dos anos 1930, com calças afuniladas e curtas. Na sequência, Uma Raquel Davidowicz mostrou vestidos e saias longas, no estilo envelope e carregadas de fendas. Samuel Cirnansck ousou em decotes, transparências e brilhos. Já Lino Villaventura exibiu peças com volume e bordados de cristais. Alessandra Ambrosio abriu a coleção da Colcci, que teve modelos militares de jaquetas, casacos e sobretudos, além de vestidos curtos e retrôs.

Fontes: Agora São Paulo, Coluna Zapping, Flávio Ricco, Folha.com
______

Ficamos por aqui, de olho na telinha.

Twitter: @bysilver_br
Oferecimento: Arte Final Gráfica
-

30 de outubro de 2012

Septuagésimo Quarto Capítulo De Ostentação - Guilherme faz sua ameaça a Oscar:



SEPTUAGÉSIMO QUARTO CAPÍTULO.
CENA 1 – SÃO PAULO. CAPITAL. BRAZILIAN UP. SALA DE GUILHERME. Int. Dia.
Guilherme desliga o telefone com rapidez.
GUILHERME – Oscar, não é nada disso que você tá pensando!
OSCAR – E você acha mesmo que essa frasinha clichê vai mudar alguma coisa? Fala sério Guilherme, somos adultos então aja como um!
GUILHERME – Então tudo bem, já que você quer assim. Você vai fazer o que comigo agora?
CORTA PARA:
CENA 2 – SÃO PAULO. CAPITAL. BAIRRO PENA D’ÁGUA. CASA DE ASTOLFO. Int. Dia.
Kelly volta correndo.
KELLY – Você tá me aceitando de volta?
ASTOLFO – Eu tentei, mas parece que eu não consigo viver sem você!
KELLY – Eu também não consigo Astolfo... Não consigo!
Kelly pula nos braços de Astolfo e o beija.
CORTA PARA:
CENA 3 – SÃO PAULO. CAPITAL. BRAZILIAN UP. SALA DE CAFÉ. Int. Dia.
No momento está só Alana no local. Arthur chega alguns minutos depois.
ARTHUR – Eu atrapalho?
ALANA – De maneira alguma Arthur, é bom ver você aqui!
ARTHUR – Que bom que pensa assim...
ALANA – Veio falar alguma coisa sobre o caso da Yolanda?
ARTHUR – Não, hoje não... Eu fiquei sabendo do pedido de casamento aqui hoje...
ALANA – As notícias correm rápido, não é?
ARTHUR – Ainda mais quando se está no mundo da fama igual você... Quando vai ser esse casamento?
ALANA – (SEM JEITO) A gente vai mesmo ficar falando sobre o meu casamento?
ARTHUR – Você tem razão... Na verdade eu vim aqui também por um outro motivo.
ALANA – Que bom! Qual é o motivo?
ARTHUR – Eu não posso deixar você casar sem isso.
Arthur beija Alana que se entrega.
CORTA PARA:
CENA 4 – SÃO PAULO. CAPITAL. BRAZILIAN UP. SALA DE GUILHERME. Int. Dia.
OSCAR – Eu pretendo... Pretendo não, eu vou contar pra Alana quais são seus planos! Eu não vou deixar um palhaço igual a você fazê-la de trouxa!
GUILHERME – Talvez você deva contar a ela também sobre a sua paternidade não assumida... O que acha? Ela iria adorar, não?!
Oscar leva um susto ao perceber que Guilherme sabe do seu segredo.
CORTA.


News TV, por Marcos Silvério - 30 Out



> Notícias da TV, por MARCOS SILVÉRIO <


"Salve Jorge" deverá focar história de guerreiros


A novela "Salve Jorge" estreou na última segunda (22) na Globo com média de 35 pontos. No sábado (27), fechou com 25, uma queda de 10 pontos em uma semana.

Apesar disso, a direção da emissora gostou dos números iniciais da trama. Porém, segundo a coluna Outro Canal, quer que o tema "São Jorge" seja cada vez mais abordado para o lado dos guerreiros, dos que nunca desistem da luta.

A Globo chegou a cogitar a troca do nome da novela por conta de possíveis protestos de entidades religiosas com relação a São Jorge - fato que já acontece.

Mas a autora Glória Perez bateu o pé e o título inicial continuou.

Fonte: Na Telinha


Record desiste de comédia romântica


Até então aprovada e apenas no aguardo para entrar na linha de produção, a Record acaba de desistir da proposta de novela apresentada por Cristianne Fridman.

Segundo a coluna Controle Remoto, a história, que levava o título provisório de "Maré Alta", não será mais produzida. A sinopse se tratava de uma comédia romântica, que acabou preterida em razão de uma temática ainda não revelada pela emissora.

Cristianne Fridman emplacou diversos sucessos na Record como "Vidas em Jogo", "Chamas da Vida" e "Bicho do Mato". Ela é cotada para voltar ao horário das 19h no próximo ano escrevendo a substituta de "Dona Xepa", de Gustavo Reiz e com previsão de estreia para após o término de "Fazenda de Verão" - o que deve ocorrer ainda no primeiro trimestre do ano.

Fonte: Na Telinha


Globo produzirá série policial em 2013


Ausente do gênero policial desde o final de 2011, quando encerrou a terceira temporada do "Força Tarefa", a Globo voltará a investir no gênero a partir do ano que vem.

Em janeiro de 2013, entra em produção "A Teia", série de Bráulio Mantovani e Carolina Kotscho. A trama, que está aprovada desde julho pela alta cúpula da emissora carioca, ainda não teve seu elenco escalado mas já tem parte do esquema de produção definido.

Uma das inovações da série estará no modelo de gravações, que se estenderá por várias cidades e não apenas no Rio de Janeiro. Haverá cenas em Fortaleza, Cuiabá, Brasília e Curitiba.

A direção de núcleo segue confirmada para Rogério Gomes, o Papinha. O diretor, que na metade do ano se dedicava à "Amor Eterno Amor", agora tem disponibilidade de tempo total para o novo produto.

Fonte: Na Telinha


Record aumenta intervalos em busca de faturamento


Até pouco tempo atrás conhecida pela ausência de intervalos e por maratonas ininterruptas em várias faixas de sua programação, a Record passou a adotar estratégias diferentes visando um melhor equilíbrio entre os seus números de audiência e o faturamento. O objetivo seria compensar uma eventual queda no repasse da Igreja Universal pelos horários adquiridos.

No decorrer dos últimos meses, houve um grande incremento no número de comerciais em atrações consideradas rentáveis, como o "Hoje em Dia" e "O Melhor do Brasil". Outras, como o "Programa da Tarde" e o "Fala Brasil", também passaram a dispor de mais espaços a serem comercializados como forma de captar um volume maior de dinheiro.

O "Hoje em Dia", que é comandado por Chris Flores, Celso Zucatelli e Edu Guedes, foi um dos principais alvos desta mudança de gestão. A revista eletrônica, que chegou a ter apenas três intervalos entre 2007 e 2008, hoje possui em média seis breaks de 6 minutos e trinta segundos de duração - os quais são revezados entre intervalos tradicionais, com vários anúncios, ou os destinados a um único anunciante.

O aumento no número de intervalos do "Hoje em Dia" veio ao mesmo tempo que a atração perdeu espaço na grade. No decorrer destes sete anos de história, o programa já chegou a ter cinco horas no ar. Atualmente, entretanto, o tempo é de 2h05. Desta forma, a audiência acaba sendo prejudicada. O "Hoje em Dia", que era bastante competitivo na disputa pela liderança, perdeu fôlego e costuma oscilar entre 4 e 5 pontos de média e amarga a terceira colocação com grande frequência.

A principal razão para o incremento no número de intervalos do "Hoje em Dia" é a alta lucratividade que possui. O mesmo se aplica a "O Melhor do Brasil", de Rodrigo Faro. O programa vem tendo sete intervalos comerciais por edição (que tem aproximadamente 4 horas no ar). O excesso de pausas comerciais também enfraqueceu a audiência. "O Melhor do Brasil" já chegou a ostentar médias na casa dos dois dígitos e com picos que se aproximavam dos 20 pontos. Entretanto, de alguns meses para cá, a média caiu para a casa de 6 a 8 pontos, a qual é suficiente apenas para manter a vice-liderança.

Comenta-se que o destino da receita gerada a partir destes novos intervalos é a compensação da perda de investimentos por parte da Igreja Universal do Reino de Deus. A igreja liderada pelo bispo Edir Macedo vem perdendo fiéis em meio a um de seus principais projetos, que é a réplica do Templo de Salomão, em SP. O megatemplo está orçado em mais de R$ 300 milhões e já recebeu investimentos de mais de R$ 250 milhões até então. Apesar disso, sequer metade da construção foi finalizada.

Desta forma, para poder dar continuidade ao projeto, que será uma das principais bandeiras para a recuperação da Universal, repasses à Record teriam sido reduzidos. O objetivo também é moldar a emissora a uma gestão comercial equilibrada, da mesma forma que suas concorrentes Globo e SBT trabalham.

Fonte: Na Telinha


Sandra Annenberg comenta seu bordão "que deselegante"


Sandra Annenberg conversou com Fátima Bernardes na manhã desta segunda-feira (29), durante o programa "Encontro", sobre o episódio em que sua frase "que deselegante" acabou se tornando famosa na internet. "Me diverti bastante no final das contas, quando a gente lida com humor é muito melhor", lembrou a jornalista.

"Eu não me dei conta que tinha falado isso. As meninas que trabalham com internet aqui vieram me falar assim que saiu do ar que eu tinha virado o assunto mais comentado nas redes sociais", disse Sandra, quando Fátima perguntou sobre o momento em que a jornalista percebeu que tinha produzido um "meme", como são conhecidos esses bordões da internet.

O programa estava lembrando frases que se espalharam pela internet e Sandra foi convidada a participar por causa do "bordão" que disse durante a apresentação do "Jornal Hoje".

Ela e Evaristo Costa precisaram interromper uma transmissão ao vivo, depois que um homem conseguiu furar a segurança do canal e derrubar a jornalista que apresentava um boletim sobre a saúde do ex-presidente Lula, em frente ao hospital.

Sandra comentou a reação do público, que sempre foi muito respeitoso e abraçou a ideia de uma forma bem humorada. A jornalista disse que costuma ser recebida com um "quanta elegância!", quando chega aos lugares que frequenta.

Fonte: Yahoo


Novelas brasileiras estreiam na Venezuela


A Globo está emplacando nesta semana mais duas novelas no mercado internacional. "Da Cor do Pecado", de João Emanuel Carneiro, e "Chocolate com Pimenta", de Walcyr Carrasco, estão desembarcando nesta segunda-feira (29) na Venezuela.

As duas produções serão exibidas pela LaTele e irão ao ar no horário nobre. "Da Cor do Pecado" será exibida entre 19h e 20h e "Chocolate com Pimenta" de 20h às 21h. Curiosamente, as duas produções estão na memória recente do telespectador brasileiro. A primeira delas está em cartaz no "Vale a Pena Ver de Novo" e a segunda foi a sua antecessora.

A LaTele classifica a trama protagonizada por Taís Araújo e Reynaldo Gianecchini como uma "crônica urbana, atual e desenvolvida com humor". Já a história de Walcyr é tratada como uma "comédia romântica que aborda a importância dos valores humanos em uma sociedade materialista e que promete mergulhar o telespectador em uma história de amor pouco tradicional".

"Da Cor do Pecado" é uma das novelas mais exportadas da história da Globo. Até agora, cerca de 100 países adquiriram o folhetim, que foi um grande sucesso em 2004. Já "Chocolate com Pimenta" também agradou o mercado internacional, porém em menor escala. Países como Portugal e Argentina foram onde a história protagonizada por Mariana Ximenes e Murilo Benício alcançou índices mais expressivos.

Fonte: Na Telinha


"Casseta" retrata príncipes Kate e William


Os atores Monique Alfradique e Ricardo Pereira se vestiram de Kate Midletton e Príncipe William para participar do humorístico "Casseta & Planeta - Vai Fundo". A participação da dupla vai ao ar na nova temporada do programa, que estreia nesta sexta-feira (2).

Sexo será o tema do primeiro episódio, que terá outros convidados especiais, clipe e até pesquisa de comportamento com frequentadores da Oktoberfest de Blumenau (SC).

Fonte: UOL


Thiago Lacerda queria ser gerente de banco


Em entrevista ao caderno "Variedades", do "Jornal da Tarde", o ator Thiago Lacerda, 34 anos, lembrou os primeiros passos de sua carreira artística. "Aos 16 anos, fui fazer curso de teatro porque queria ser gerente de banco e eu tinha de lidar com o público", confessou.

Considerado um dos principais galãs da Rede Globo, Thiago fez questão de deixar claro que, além da vocação, o acaso contou muito para seu estabelecimento profissional na TV e no teatro. "Alguns meses depois, minha ex-professora me ligou falando que estavam abrindo um teste. No dia, estava com febre, não queria fazer, mas ela insistiu e fui fazer o teste e passei", disse.

O ator também lembrou do teste para "Malhação", o primeiro de sua carreira. "Nunca imaginei que fosse dar certo, mas como tinha passado no primeiro, fui fazer e passei de novo. E comecei a trabalhar meio sem saber o que estava fazendo. A verdade é essa: eu nunca fui ator, eu virei ator", analisou.

A convicção na sua carreira veio com o personagem de "Terra Nostra", de 1999, em que viveu o protagonista Matteo. "'Terra Nostra' foi o divisor de águas, não só pelo resultado com o público, mas por ter me dado a certeza que até ali não tinha",disse. Seu último papel nas telinhas foi na trama das 18h da Rede Globo, "A Vida da Gente".

Fonte: Yahoo


A “Malhação” não adiantou...

Uma novela/série com mais de 20 temporadas é sinônimo de sucesso. Com mais de 4 mil capítulos e quase 20 anos no ar, 'Malhação' soube se adaptar às várias gerações, se renovar e, assim, continuar atraindo o público adolescente. Além disso, funcionou e continua funcionando como a porta de entrada para atores e atrizes dentro da TV Globo. Muitos dos que hoje brilham nas novelas globais começaram em 'Malhação'. Outros tantos, porém, tiveram bom início na série adolescente e sumiram do mapa!

Vamos relembrar de alguns atores que desapareceram depois da participação na novelinha das cinco.


Sérgio Hondjakoff
Qual era seu personagem em 'Malhação'? Arthur Malta, o Cabeção

O que aconteceu com a carreira dele depois da novelinha? Com certeza, o personagem mais famoso em quase 20 anos da série. Foi tão marcante que Sérgio não conseguiu mais emplacar em nenhum papel. Fez o Cabeção de 2000 até 2006 e sumiu. Fez papel secundário na novela 'Pé na Jaca' e também participou dos seriados 'Casos e Acasos ' e 'Toma Lá Dá Cá'. De 2008 a 2011, trabalhou na Rede Record, mas passou despercebido. Nos últimos anos, apareceu com mais destaque em vídeos que vazaram na internet (veja um deles aqui).


Márcio Kieling
Qual era seu personagem em 'Malhação'? Bernardo Crisântemo, o Perereca

O que aconteceu com a carreira dele depois da novelinha? Em 1999 e 2000, fez o personagem Perereca, mas depois 'pulou' e sumiu na poeira! Teve participações em duas novelas sem expressão na Globo ('Desejos de Mulher', em 2002, e 'Agora É Que São Elas', no ano seguinte). O caminho do ostracismo se acelerou em 2005, com a ida para o SBT, onde fez as novelas 'Os Ricos Também Choram'. Na Record, participou de 'Bicho do Mato' (2006), 'Amor e Intrigas' (2007) e 'Poder Paralelo' (2009). Ainda fez a minissérie 'A História de Ester', também pela Record, emissora na qual ainda trabalha, agora na novela 'Máscaras'. Só se salvou do total desaparecimento com o papel do jovem Zezé di Camargo no cinema, no filme '2 Filhos de Francisco'.

 
Cláudio Heinrich
Qual era seu personagem em 'Malhação'? Eduardo Siqueira Júnior, o Dado

O que aconteceu com a carreira dele depois da novelinha? O ex-paquito do 'Xou da Xuxa' e do 'Show do Mallandro' apareceu em 'Malhação' com o personagem Dado, um galã que atraía os olhares das meninas. De 1996 a 1998, fez sucesso. Depois... Na Globo, além de apresentar o 'Globo Ecologia' por seis anos e trabalhar na série 'Brava Gente' (2001) e nos programas 'Xuxa no Mundo da Imaginação' (2003) e 'Linha Direta Justiça' (2004), participou, sem destaque, das novelas 'Era Uma Vez' (1998), 'Uga-Uga' (2000) e 'Coração de Estudante' (2002). O desaparecimento seguiu na Record, onde fez mais seis novelas.


Bernardo Melo Barreto
Qual era seu personagem em 'Malhação'? Cauã San Martin

O que aconteceu com a carreira dele depois da novelinha? Em 2006, ele fez o papel de Cauã, um skatista que tinha o sonho de vencer no esporte, além de encontrar o pai biológico. Depois disso, Bernardo tomou chá de sumiço. Não fez mais nenhum papel na TV.


Fábio Azevedo
Qual era seu personagem em 'Malhação'? Marcelo Malta, o Marcelo

O que aconteceu com a carreira dele depois da novelinha? Antes de fazer o galã-bom moço na 7ª temporada da novelinha, em 2000, Fábio fez Otto, em 'Sandy & Junior', no ano anterior. Depois de Marcelo, o ator teve pequenos papéis na Globo, em programas como 'A Turma do Didi' e 'Linha Direta'. No SBT, foi protagonista na novela ' Jamais Te Esquecerei' e ainda fez 'Florisbella', na Band. Na Cultura, virou apresentador do programa 'Login', em 2010. Hoje, o trabalho de ator se resume ao teatro.

Fonte: Yahoo


“Gabriela”: autor fez graça ao retratar preconceitos


Esqueçam a história original de Jorge Amado, o filme de Bruno Barreto e as outras adaptações de Gabriela Cravo e Canela para a televisão. Quando um escritor se propõe a adaptar um livro, ele é o novo senhor do texto (já que adquiriu os direitos para tanto) e tem plenos poderes para imprimir sua marca na nova obra.

E foi assim com a Gabriela de Walcyr Carrasco, a novela da Globo que terminou na sexta-feira (26/10). Todas as características do novelista estavam lá. Os diálogos ferinos e espirituosos, as frases no imperativo, os personagens caricatos em situações engraçadinhas, camas quebradas, tortas na cara, etc. Até um bichinho de estimação Carrasco arrumou para Gabriela. Tudo isso já conhecemos de outras novelas do autor. E ele, esperto, sabe que funciona. Carrasco é um novelista popular.

Gabriela também teve cenas densas, seja pela violência ou pela emoção. O elenco de primeira e a direção primorosa (de Mauro Mendonça Filho) ajudaram bastante. Uma novela bela de se ver, uma produção requintada, desde a abertura (uma das mais bonitas dos últimos tempos) até cenários, figurinos, fotografia e a trilha sonora saudosista, que trouxe de volta algumas das músicas da novela de 1975 – um grande acerto.

Juliana Paes esforçou-se com a sua Gabriela e, por isso, merece crédito. Em momento algum comprometeu a personagem. E nem ficaria marcada pela sua interpretação ou “entraria para a história”. A Gabriela de Sônia Braga ficou lá em 1975, em outra novela, outra situação e momento (da televisão brasileira e de nossa sociedade). Não cabe aqui esperar que se fosse repetir o que aconteceu no passado.

A Gabriela de 2012 trabalhou com outros elementos e referências, que têm a ver com o nosso presente (apesar de ser uma trama de época). A Gabriela da década de 1970 também foi assim, usou as referências que tinha naquele tempo – inclusive as limitações, já que a TV vivia sob a censura do Regime Militar.

O Bataclan atual lembra o Moulin Rouge e a Maria Machadão é Ivete Sangalo. É a liberdade criativa que temos para hoje – ainda que seja duro de engolir um Bataclan tão glamuroso, com shows dignos da Broadway. Ivete Sangalo não fez bonito, mas tampouco fez feio. Esteve à altura do que tinha para mostrar e o texto não lhe exigiu muito.


Gabriela conquistou o público ao poucos e por fim, agradou. Fechou com média de 19 pontos no Ibope (cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo), a mesma de O Astro, a atração do ano passado. Teve repercussão nas redes sociais – por várias vezes hashtags envolvendo a novela estiveram nos TTs do Twitter (os assuntos mais comentados). Os bordões “Vou lhe usar” (do Coronel Jesuíno/José Wilker) e “Jesus Maria José!” (de Dona Dorotéia/Laura Cardoso) se popularizaram, foram repetidos, viraram memes na Internet, charges engraçadinhas no Facebook.

Gabriela mal apareceu em alguns capítulos. A trama central – o romance entre ela e Nacib – ficou por várias vezes em segundo plano, à medida que algumas tramas paralelas foram despertando mais a atenção do público, como a história de Malvina, a trajetória de Lindinalva e o assassinato de Sinhazinha.

No elenco, vários atores se destacaram, tanto veteranos quanto novatos. Luiza Valdetaro (Jerusa), Vanessa Giácomo (Malvina), Giovanna Lacelotti (Lindinalva), Marco Pigossi (Juvenal) e Rodrigo Andrade (Berto) fizeram bonito. Humberto Martins deu um tom abobalhado ao seu Nacib, tanto quanto Marcelo Serrado fez com Tonico Bastos.

Mas foi a interpretação de Maitê Proença (como Sinhazinha Guedes Mendonça), José Wilker (como o Coronel Jesuíno) e Laura Cardoso (como a beata Dorotéia) que marcaram a produção. Em seu texto, Carrasco consegue pular do humor bobinho à emoção dramática com muita competência. Algumas vezes vimos cenas em que o Coronel Jesuíno (e também Dona Dorotéia) passava do risível ao emocionante com uma naturalidade impressionante.

Walcyr Carrasco fez graça ao retratar preconceitos, pensamentos e costumes – retrógrados aos olhos de hoje – da Ilhéus da década de 1920, em que os coronéis poderosos se julgavam acima da lei, as mulheres não tinham direito a se expressar, enquanto aos homens tudo era permitido, e a moral era altamente discutível. Temas que ecoam hoje em dia. Nas falas dos personagens, através de piadinhas sobre machismo, prostitutas e homossexuais, o autor encontrou respaldo no público, que reconheceu o que foi pintado na tela. Quem sabe até, se identificou. Talvez daí o seu sucesso.

Fonte: Nilson Xavier, do UOL


Notícias rápidas da TV


Líder
O "Programa Silvio Santos" chegou a ficar na liderança no Ibope, entre as 23h05 e a meia-noite, anteontem. Com o quadro "Jogo dos Pontinhos", que conta com a participação de sua filha, Patricia Abravanel, Silvio Santos alcançou 13 pontos de audiência contra 12 da segunda colocada, a Globo, que exibia um filme.

Outros tempos
"Renascer" passa a ser reprisada pelo canal Viva a partir do dia 7 de novembro. Exibida pela primeira vez em 1993, a trama conta com Adriana Esteves no elenco. Porém, diferentemente de seu trabalho em "Avenida Brasil", a atuação da atriz no folhetim de Benedito Ruy Barbosa recebeu duras críticas.

Baiana
O último capítulo de "Gabriela" (Globo) marcou 30 pontos de média, superando o fim de "O Astro", novela das onze que foi ao ar em 2011. Esta última obteve 25 pontos. Vale lembrar que "Gabriela" foi ao ar mais cedo, logo após "Salve Jorge", enquanto "O Astro" foi exibida após as 23h.

Curiosidade
Um detalhe do recém-assumido namoro de Murilo Benício e Débora Falabella não ficou claro. Gente da produção de "Avenida Brasil" dá conta de que os dois estão juntos desde a metade da novela, quando ambos ainda tinham namorados...

Detalhe
Embora esteja mal-explicado, eles negam a suposta dupla traição. Murilo tem fama de se apaixonar facilmente e, depois, tornar-se amigo das ex-namoradas.

Nova revista
Hoje, no Rio, durante o encontro “Mulheres reais que transformam”, Ana Paula Padrão vai lançar o número zero da sua revista “Tempo de Mulher”. Uma publicação para as executivas das grandes corporações.

Band derruba tudo
A Bandeirantes estava com tudo armado para a cobertura e transmissão do Mundial de Clubes no Japão em dezembro. Havia, no papel, a pretensão de mandar uma equipe completa, instalar link na concentração do Corinthians, acompanhar a delegação, além de outras ideias. Havia, bem entendido, porque cortaram tudo. Agora, depois da contraordem, irá apenas o repórter Fernando Fernandes, ainda assim só para fazer matérias.

Distância regulamentar
A exemplo de “Avenida Brasil”, “Salve Jorge”, com o título de “Save George”, já ganhou uma sátira no “Pânico”, na Bandeirantes. Evidentemente, que pelos motivos conhecidos, não serão feitas referências à participação especial de Carolina Dieckmann na novela. A ordem de manter distância permanece.

Mal-estar
O SBT não admite, mas o programa dos sábados da Patrícia Abravanel foi mesmo pro “chuveirinho”. Essa história de ano que vem não cola. Diante disso, é preciso resolver o que fazer com a equipe. Estão todos muito desconfortáveis.

Gugu mudou
Gugu Liberato, em função da Eliana e dos bons resultados que ela vem conseguindo, alterou completamente a ordem do seu programa no domingo. A “Escolinha”, que sempre fecha, desta vez entrou na abertura. Estão previstas outras mexidas dessa ordem para surpreender a concorrência.

Próxima das 9
O diretor Mauro Mendonça Filho, responsável pela substituta de “Salve Jorge” na Globo, escrita por Walcyr Carrasco, depois de um giro internacional, agora procura em São Paulo locações para a novela. Está na companhia do próprio autor. A história vai sair um pouco do Rio de Janeiro. Mas só um pouquinho.

Galvão na escala
Galvão Bueno, quase no ponto, aparece na escala esportiva da Globo para a transmissão de Universidad de Chile e São Paulo, nesta quarta, direto de Santiago, pela Sul-Americana. É a sua volta ao trabalho, depois de uma infecção intestinal. Vai trabalhar ao lado do Casagrande, Caio, Arnaldo César Coelho e Bruno Laurence.

Jornalismo
Roberto Munhoz, antes na editoria do “Rede TV! News”, assumiu a chefia de redação da Rede TV!, no lugar do Edson Porto, transferido para a direção de esportes. Munhoz, antes, passou pela Record e Band.

É preciso reconhecer
A Rede TV! fez uma ampla cobertura das eleições no domingo. Foi a única que entrou com o discurso do Haddad, ao vivo, e a primeira a informar que ele estava oficialmente eleito. Trabalho da equipe do Américo Martins.

Caso de polícia
A solidariedade desta coluna ao Oscar Filho, do “CQC”, agredido por bandidos, travestidos de militantes do PT, no dia da eleição, em São Paulo. É aquele velho esquema dos covardes que só atacam em grupos.

Som do morro
O grupo gaúcho Tchê Garotos, que fez sucesso com "Cachorro Perigoso" na última novela das nove, está agora na trilha de "Salve Jorge", com "Fazendo Coisa Boa", tema de Miro, o malandro de André Gonçalves.

Cabelos
Os cabelos alongados e clareados de Bruna Marquezine já estão chamando a atenção. Só que a atriz demora horas para arrumá-los. Bruna está acostumada com uma produção desgastante desde "Aquele Beijo", que terminou em abril. Na novela, a jovem interpretou uma candidata a miss com penteados mirabolantes.

Couro e veludo viram tendência
A 34ª São Paulo Fashion Week estreou ontem, no parque Villa-Lobos, apostando em couro e veludo, além de cortes retos. A Osklen abriu a semana com um desfile externo, nos Jardins. Helô Rocha apresentou peças em couro rústico. Já Ronaldo Fraga apostou nas texturas com veludos em cores fortes. Fause Haten, que cantou durante o desfile, apresentou uma coleção com transparências e tules. O tom fetichista apareceu na apresentação de Tufi Duek. A Triton mostrou sua moda jovem sofisticada, e a Ellus fechou a noite com modelos inspirados em uniformes policiais.

Desfile de Fause Haten apresenta transparências
Muita pele à mostra é a aposta de FH por Fause Haten para o inverno 2013. A grife, a quarta a subir à passarela da SPFW ontem, no parque Villa-Lobos, exibiu ousadia com decotes, brilhos e cores vivas. O desfile teve trilha sonora ao vivo, comandada pelo próprio estilista.

Rock in Rio
Ben Harper será uma das atrações do Rock in Rio 2013. O cantor e guitarrista dividirá o palco Sunset ao lado de um convidado, ainda não revelado. O festival vai acontecer em setembro.

Novo álbum
Eminem lançará o seu oitavo álbum no ano que vem. A informação está estampada em um boné à venda em seu site. O rapper 50 Cent deverá ser um dos convidados do disco.

Missão Impossível
Tom Cruise está pré-produzindo a quinta sequência de "Missão: Impossível". A informação foi confirmada pelo ator à revista "Total Film". Segundo ele, fazer esses filmes é divertido.

Fontes: Agora São Paulo, Coluna Zapping, Flávio Ricco, Folha.com
______

Ficamos por aqui, de olho na telinha.

Twitter: @bysilver_br
Oferecimento: Arte Final Gráfica
-