31 de janeiro de 2014

ENCONTRO DO SÉCULO - Cap 213 e 214

< Web Novela de MARCOS SILVÉRIO >

No capítulo anterior...
Domitília tenta agradecer ao Ten. Moraes, mas é beijada com paixão
Chalaça chega e presencia a cena, boquiaberto
O amigo do Imperador se retira sem ser percebido
Ten. Moraes se declara para Domitília e fazem sexo
O Capitão acusa Augusto de liderar a rebelião no quartel e o ameaça
Domitília pede a Chalaça que lhe arranje escravos para um serviço sujo
Pedro pressiona Chalaça para saber o que há entre Domitília e o Ten. Moraes

CAP. 213

PEDRO: Vamos, Chalaça! Diga-me! Estou desconfiado desses dois faz tempo e se alguém sabe de alguma coisa nessa história, esse alguém é você!
CHALAÇA: Titília é tão minha amiga, me ajuda tanto, me dá conselhos... Se a prejudicar, não vai me perdoar nunca...
PEDRO: Quem é mais importante? Ela que você conheceu ontem, ou eu que te conheço da vida inteira? Ainda tem dúvidas sobre nossa amizade? Não embroma, Chalaça, te conheço muito bem e sei que está tentando me enrolar. Diga logo o que sabe. Ou terei de bani-lo da Corte novamente como fez o meu pai?
CHALAÇA: Seu pensamento está certo. Titília e o tenente Moraes estão tendo um caso. Estão se encontrando com frequência, ora na Fazenda Santa Cruz, ora na casa do Estácio. E não foi ninguém que me contou não, eu os vi atracados, aos beijos.
PEDRO: Não é possível! Era só essa que me faltava!

Chácara Cedro, quarto de Beija. O casal conversa depois do sexo.

BEIJA: Qual é a situação atual na Província Cisplatina?
PEDRO: Continuamos em guerra. Buenos Aires não abre mão da Cisplatina, eu também não vou abrir. Aquela região é muito importante para a unidade das províncias do sul.
BEIJA: Quer a minha opinião sincera? Acho que já perdemos essa guerra. O destino da Cisplatina é a independência. Pelo que sei aquele povo não tem identidade nenhuma com o resto do Brasil. Foram colonizados por espanhóis, falam outra língua, têm costumes muito diferentes dos nossos... Tente se colocar no lugar deles: não ia querer a independência também?
PEDRO: Tem razão. A independência sim. Mas entregar a Cisplatina a Buenos Aires, isso nunca!

Pedro se levanta da cama, acende um charuto, anda de um lado para outro.

PEDRO: Titília está tendo um caso com o chefe da guarda.
BEIJA: Infelizmente, Pedro, está experimentando do seu próprio veneno. Essa é a verdade. Agora sabe como Leopoldina se sentia ao ser traída dentro da sua própria casa. Dói muito, não é?
PEDRO: Talvez eu tenha sido um canalha mesmo. Mas isso não vem ao caso, o que preciso no momento é saber como vou lidar com isso de agora em diante.
BEIJA: Qualquer homem botaria Domitília porta afora, sem o menor remorso. Você não?
PEDRO: Não é tão simples assim... Tenho uma filha com ela que é um dos amores da minha vida... Mas também não quero virar motivo de chacota como o corno de coroa. Alguma decisão terei de tomar...

Dias depois, ao cair da noite...

Beija e o escravo Josué estão na estrada a caminho da chácara.

BEIJA: Preferi retornar ainda hoje para ganhar tempo. Temos muito que fazer amanhã.

Ao passar por uma mata, Josué percebe a trilha bloqueada. Assim que desce para retirar os troncos que bloqueiam a estrada, a charrete é atacada por cinco negros.

Três deles dominam Josué e ou outros dois saltam sobre Beija com chicotes em punho.

Clima de pavor.

Continua...

< Web Novela de MARCOS SILVÉRIO >

No capítulo anterior...
Pedro pressiona o amigo para saber a verdade
Chalaça revela que Domitília e o Ten. Moraes têm um caso
Pedro e Beija conversam sobre a guerra na Cisplatina
O Imperador conta que está sendo traído por Domitília
Ao voltar da cidade Beija e seu escravo são atacados por um bando

CAP. 214

Josué tenta reagir, mas é desacordado a socos e pontapés. Beija é espancada impiedosamente, mesmo implorando a todos os santos por misericórdia.

Depois de muito machucada, bastante ensanguentada, cai desacordada no chão. Seu algoz joga o chicote de rabo de tatu sobre seu corpo inerte, satisfeito com o dever cumprido. Sorri cinicamente.

NEGRO: Com os cumprimentos da Marquesa de Santos.

Os capatazes fogem. Pouco depois outra charrete que vem pela estrada socorre Beija e Josué.

CHARRETEIRO: Meu Deus! É a Viscondessa de Araxá! Mas o que fizeram com ela? Quem a deixou nesse estado? Minha Nossa Senhora!

Enquanto isso, nos corredores da Quinta da Boa Vista...

CHALAÇA (falando baixo): Titília, precisa se afastar do tenente Moraes. D. Pedro está muito desconfiado.
DOMITÍLIA: Do que está falando, ficou doido?
CHALAÇA: Eu sei tudo. Não precisa ter segredos comigo. Mas fique esperta porque D. Pedro está de olho em vocês.

Corta para o quartel do Exército.

O jovem Augusto é preso e conduzido por dois soldados, com brutalidade, a uma cela individual. O Capitão acompanha tudo com indisfarçável satisfação e sarcasmo.

CAPITÃO (do lado de fora da cela): Falta de avisar não foi, soldado! Você foi devidamente alertado de que deveria mudar seu comportamento para evitar maiores problemas.
AUGUSTO: O senhor pode me prender, mas não pode calar meus pensamentos. A não ser que me mate. Sou um homem livre e posso pensar o que quiser.
CAPITÃO: Está me desafiando, soldado?
AUGUSTO: Não senhor, Capitão.
CAPITÃO: Então aproveite bem essa cela mofada e fria para pensar bastante. Pelo menos agora não poderá compartilhar seus malditos pensamentos com ninguém! (e sai)

Augusto chora amargamente.

Domitília passeia pelas baias do palácio, um pouco tensa e desconfiada.

TEN. MORAES: O que faz aqui, Titília? Que eu saiba não tem o menor interesse por cavalos...
DOMITÍLIA (falando baixo): Precisamos nos afastar um do outro. Pedro está desconfiado de nós. Mantenha distância de mim e só volte a me procurar quando eu autorizar, está bem?
TEN. MORAES: Entendido, Marquesa. Mas vou ficar morrendo de saudades...
DOMITÍLIA: Agora preciso ir, porque não posso ser vista aqui.

DOIS MESES DEPOIS...

Gabinete do Imperador, no Paço Imperial.

CHALAÇA: Há uma mulher aí fora querendo lhe falar. Disse que é muito importante e que não sai daqui enquanto não falar com o Imperador.
PEDRO: Quem é essa mulher? Você a conhece?
CHALAÇA: Disse que se chama Ana Stanhouse...
PEDRO: Ana Stanhouse... (tentando se lembrar) Quem é Ana Stanhouse?

Continua amanhã às 21:00 horas...

TV Cultura é o segundo canal de maior qualidade do mundo, aponta pesquisa:

Sob encomenda da rede britânica BBC, o instituto inglês de pesquisa Populus divulgou um levantamento no qual a TV Cultura aparece como a segunda emissora de maior qualidade no mundo, atrás apenas da BBC One.

 O estudo entrevistou 500 pessoas (adultas com mais de 18 anos) em cada um dos 14 países da pesquisa sobre a qualidade da programação de TV: Alemanha, Austrália, Brasil, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Itália, Japão, Portugal, Reino Unido e Suécia. A próxima brasileira da lista, segundo o levantamento, é a TV Globo, que ficou com a 28ª posição. A TV Brasil aparece em 32º lugar. A Bandeirantes ficou no 35º, a Record, no 39º, e o SBT, no 40º.

 A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez e publicada na Folha desta sexta-feira (31).

Fonte: F5/UOL.
Foto: Divulgação/Tv Cultura.

News TV, por Marcos Silvério - 31 Jan

> Notícias da TV, por MARCOS SILVÉRIO <


"Amor à Vida": final com ou sem beijo gay


Nesta sexta-feira (31), chega ao final a novela "Amor à Vida", de Walcyr Carrasco. Os desfechos dos principais personagens já foram gravados e vão ao ar logo mais às 21h15, pela Globo.

Final de novela sempre gera expectativa, mas a pergunta que não quer calar desta vez é: Félix e Niko, que virou a verdadeira mocinha da história na reta final da trama, terão ou não seu final feliz coroado com o esperado beijo, tão característico dos finais de folhetins?

Diferente de 2005, quando uma expectativa de final de Copa do Mundo envolvia a exibição do beijo gay entre os personagens de Bruno Gagliasso e Eron Cordeiro, desta vez o assunto está sendo tratado com certa cautela pela mídia. Walcyr Carrasco escreveu e a cena foi gravada, mas, como na trama de Glória Perez, o martelo será batido pela direção da emissora, que em casos polêmicos, tende a ser conservadora. É bem verdade que os tempos são outros. Depois da frustração que tomou conta da autora, da equipe e de boa parte do público de “América”, o beijo gay foi insinuado várias vezes e chegou a acontecer em horário nobre em “Amor e Revolução” do SBT, com pouca rejeição e muita repercussão na mídia. A própria Globo já exibiu “selinhos” e beijos mais calientes em “Amor e Sexo” e também no “Altas Horas”. Desta vez o clima é bem mais favorável que em 2005, pois pesquisas demonstram que o próprio público torce para o final feliz da “bicha-má” e seu “Carneirinho”. Em todo o caso, é esperar pra ver.


A cena - Walcyr Carrasco, autor de "Amor à Vida", escreveu, de fato, a cena do tão esperado beijo gay entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso), que pode ser exibida no último capítulo da trama, nesta sexta-feira (31).

Entretanto, sem haver ainda um posicionamento oficial da TV Globo quanto à sequência, foram filmados três desfechos diferentes para a dupla homossexual, de acordo com o colunista Fernando Oliveira.

As cenas serão analisadas pela direção do canal, que decidirá, horas antes de a trama ser exibida, qual delas deverá ir ao ar no capítulo de encerramento do folhetim.

Em uma das gravações, o casal homossexual dará apenas um selinho. Já em outra, os dois darão um beijão de tirar o fôlego. Na terceira hipótese, contudo, os pombinhos apenas trocarão carícias, sem deixar que os lábios se toquem.

As sequências foram presenciadas por uma equipe bastante reduzida, com o intuito de não deixar a informação vazar.

Caso a cena seja vetada, no seriado “A Teia” há uma sequência já gravada de beijo gay entre as atrizes Inês Peixoto e Juliana Schalch. Por outro lado, a equipe de “Em Família” se mostrou disposta em fazer Giovanna Antonelli e Tainá Müller se beijarem na trama.  

Veja os desfechos dos principais personagens:

Pilar e o grande segredo


Pilar (Susana Vieira) vai revelar seu grande segredo. Ela vai confessar que foi responsável por mandar cortar os freios do carro onde viajavam Aline (Vanessa Giácomo) quando criança, Mariah (Lúcia Veríssimo) e a mãe de Aline, que morreu no acidente.

A confissão de Pilar não será levada à polícia. Assim como aconteceu com Félix (Mateus Solano) quando ele revelou ter jogado Paulinha (Klara Castanho) numa  caçamba de lixo, a família Khoury vai perdoar a matriarca. Pilar vai ter o tempo a seu favor: o crime terá prescrito.

Ela também passa a criar o filho de Aline e César. A vilã vai ter um final trágico e o médico passa a viver na casa de Félix (leia durante a matéria).

Paloma, Bruno e Paulinha


Paloma (Paolla Oliveira) e Bruno (Malvino Salvador) vão renovar os votos numa cerimônia na mansão dos Khoury. Pilar (Susana Vieira) recebe a filha e o genro numa grande festa.

Na celebração, Bruno diz: "Hoje é um dia muito especial para mim. Vamos receber a nossa bênção". A médica afirma ter uma surpresa para contar ao marido e após a celebração ela diz: "Não somos só nós três, tem mais alguém a caminho".

Paulinha (Klara Castanho) grita de felicidade ao ouvir a notícia: "Vou ter um irmão ou uma irmã!". E Bruno, emocionado, diz que Paloma o faz o homem mais feliz do mundo.

Edith


O final de Edith (Bárbara Paz) vai ser surpreendente.

No dia da cerimônia de casamento com Herbert, Edith surpreende ao desistir do compromisso. Irritada, ela dispara: "Não vou assinar. Não gosto de você. Eu me vendi a vida toda, para quê dar mais um golpe?". Todos ficam chocados e ela acaba revelando sua paixão por Wagner (Felipe Titto).


A estilista marca um encontro com o amante e assume seu amor por ele. Em seguida, os dois vão direto para um motel e terminam a novela juntos.

Niko, Félix e EronFélix (Matheus Solano) vai terminar ao lado de Niko (Thiago Fragoso). Eles finalmente vão formar uma família e passam a cuidar de César (Antonio Fagundes).

Eron (Marcello Antony) vai ter um novo amor. Ele passa a se relacionar com André (Eriberto Leão), que foi contratado como cirurgião-chefe do hospital San Magno.

Gigi termina pobre


Gigi vai sofrer um grande abalo. Rubão (Francisco Cuoco), pai de Ignácio, em função do seu amor por Tamara (Rosamaria Murtinho), resolve expulsar Eudóxia (Angela Rabelo) de casa e corta o dinheiro da família.

Na cena, ele diz para o filho: "E vê se faz esse dinheiro que eu te dei render, Ignácio. Você é um inútil, um encostado. Não vai ver mais um tostão meu! A fonte secou!". Gigi volta a ficar na pior e se desespera ao constatar: "Eu estou na falência! De novo?"

Ela, Ignácio e sua família acabam vendendo quentinha para operários de uma obra.

Amarilys e seu triste fim


Final triste para a médica. Amarilys vai morar com o casal de gays, amigos de Niko. Assim como fez com Eron, ela começa a dar em cima de Samuel. Numa conversa, ela diz: "Estou preocupada. O implante não está dando certo e Túlio quer tanto esse filho. Sei que vocês têm uma relação sólida, mas você é tão atraente".

O papo acontece na festa de confirmação de votos de Paloma e Bruno.

Niko percebe que Amarilys está íntima do casal e resolve desmascarar a loira. Ele chega justamente na hora em que os três estão brindando: "Ao nosso bebê!".

O empresário fica revoltado e conta tudo o que Amarilys fez com ele. Ela tenta contornar a situação, mas Túlio diz que já tinha escutado falar da história.

Irritado, o rapaz diz: "Sai da nossa casa e vai cuidar da sua vida", deixando Amarilys arrasada.

César


O final de César também não vai ser feliz. Ele vai sofrer um AVC por conta de Aline, que confessará que sentia nojo das noites que passava com o executivo para conseguir se vingar dele.

Ele também desistirá de viver com Pilar ao saber que ela foi a responsável pelo acidente de Mariah, que acarretou na morte da mãe de Aline e que motivou toda a vingança arquitetada pela vilã.

César então será convidado por Félix para se mudar para uma casa de praia junto com Niko.

As cenas finais do folhetim mostrarão Félix empurrando a cadeira de rodas do pai para verem o pôr do sol à beira-mar.

Os dois conversarão e Félix se mostrará emocionado ao ouvir o pai lhe tratando de forma carinhosa e com ternura.

Aline


Final trágico para a grande vilã de "Amor à Vida". Ela, que foi contaminada pelo plano de vingança da tia, passou a novela nutrindo ódio pela família Khoury e principalmente por César. A raiva fez a víbora cometer diversos crimes e deixar o empresário cego.

A ex-secretária vai armar um plano de fuga com as outras detentas. Mas na tentativa de escapar do presídio, ela acaba levando uma descarga elétrica e morrerá eletrocutada.

Com informações do Na Telinha/MSN


Autor faz um balanço de "Amor à Vida"


Mais de oito meses depois, “Amor à Vida” chegará ao fim na noite desta sexta-feira (31). O saldo da novela, que marcou a estreia de Walcyr Carrasco no horário nobre da Globo, é positivo. Polêmicas, erros de continuação, atores reclamando do rumo de seus personagens também definem o folhetim. Mas, como afirma o próprio autor, ele conseguiu transmitir a sua mensagem.

''Tratei de violência contra a mulher, de transplante de órgãos, de barriga solidária, de muitos assuntos sérios e importantes. Acho que consegui tocar o coração do público. Mas não há como ir fundo, é uma novela e o horário também impõe restrições”, disse, ao fazer um balanço da trama.

Entre tantos temas abordados em “Amor à Vida”, sem dúvida alguma a homofobia foi o mais explorado. Para Walcyr, seu objetivo ao falar a respeito do assunto foi alcançado.

“Tenho tido muitos testemunhos pessoais, de gays que passaram a ser aceitos por suas famílias a partir do debate sobre o tema na novela. Principalmente porque meu foco não foi a homoafetividade em si, mas as relações estabelecidas na família, entre pais e filhos, e o desejo de adotar ou ter um filho por inseminação artificial.”

E ir além da homoafetividade foi um mérito da novela. Afinal, nunca houve na dramaturgia brasileira um vilão como Félix. Um vilão gay, diga-se de passagem, interpretado brilhantemente por Mateus Solano. O novelista teve a coragem de mostrar que existem pessoas boas e ruins, independentemente de cor, classe social e sexualidade.Walcyr, aliás, não poupou elogios ao artista.

''Foi um prazer trabalhar para ele. Se o Mateus falou três cacos a novela inteira foi muito. Ele respeitou o texto. E fez bem demais o papel. O grande ator da televisão brasileira naquela faixa etária é ele'', afirmou.


O escritor confessou, inclusive, que o mau caráter tem um pouco do próprio autor.

“Sentirei uma falta profunda, não nego, de Félix e da relação com seu pai, César (Antônio Fagundes). Quando me entrevistam, costumo dizer que gosto de todos os personagens, porque, em alguma medida, eles refletem uma parte de mim. E, através de Félix, exercitei minha verve ao longo de meses. Tenho um lado irônico, por que não dizer venenoso. Com Félix, me diverti. Pelas palavras do personagem, disse o que tenho vontade de responder em milhares de situações”, declarou.

Com todas as tramas já solucionadas, o grande “mistério” para este último capítulo tem a ver com o grande casal do folhetim. Não, nada de Paloma (Paolla Oliveira) e Bruno (Malvino Salvador). E sim com Félix e Niko (Thiago Fragoso).

Será que finalmente uma novela de horário nobre da Globo vai exibir o tão falado beijo gay? As cenas teriam sido gravadas na quinta-feira (30).

Uma delas seria um singelo selinho; a outra um grande beijo entre os atores. E por fim, talvez a cena que deverá ir ao ar: um longo carinho entre os dois personagens.

Claro que beijo gay não é mais novidade na TV brasileira e nem na sociedade. Mas seria um desfecho importante para uma trama como “Amor à Vida”. É a chance de quebrar um velho paradigma.

Fonte: MSN


Band pretende entrar na Justiça contra Danilo Gentili


A Band não aceitou bem a mudança de Danilo Gentili para o SBT, em dezembro, e pretende mover dois processos contra ele.

Segundo informações da coluna "Outro Canal", a emissora deve exigir na Justiça a multa rescisória do apresentador, que tinha contrato com a Band até o final de 2014.

Além disso, o canal pretende, ao lado da produtora Cuatro Cabezas, acionar Gentili por plágio, caso seu novo programa no SBT siga os mesmos moldes do "Agora é Tarde".

Isso porque Danilo migrou para o SBT e levou consigo toda a equipe de sua antiga atração, com exceção de Marcelo Mansfield.

Por outro lado, Gentili demonstra que não quer confusão com a Band, mas também não descarta brigar na Justiça pelos direitos do "Agora é Tarde", já que ele ajudou a criar.

O talk-show volta ao ar em fevereiro na Band, agora sob comando de Rafinha Bastos. Já o "The Noite", de Danilo Gentili, deve estrear logo após o Carnaval no SBT.

Fonte: Na Telinha


Edson Ribeiro é demitido pela Record


O diretor Edson Ribeiro foi demitido pela Record após sete anos trabalhando na emissora de Edir Macedo. De acordo com fonte do blog “Em Off”, Marcelo Rezende teria influenciado na saída do profissional.

Quando ele estava na direção do “Cidade Alerta”, o jornalista alegou não gostar do seu trabalho. O caso foi parar no departamento de jornalismo da emissora paulista e o diretor acabou sendo transferido para o “Jornal da Record”.

Agora, o que se fala nos corredores da Record é que por ser irmão de Renato Ribeiro, diretor de esportes da TV Globo, Edson teria informações privilegiadas do canal concorrente.

Fonte: Na Telinha


Tatá Werneck é cotada para ser repórter do "Caldeirão"


Em contagem regressiva para se despedir da Valdirene, de "Amor à Vida", Tatá Werneck já tem novos planos na Globo, segundo informa a coluna Canal 1.

A atriz é cotada para ser repórter especial do "Caldeirão do Huck" durante a Copa do Mundo. A experiência seria similar àquela feita por ela mesmo durante a Copa das Confederações.

Nos bastidores da Globo, ainda não houve confirmação da informação nem pela própria emissora nem por Boninho, que é o diretor de núcleo do programa de Luciano Huck.

Fonte: na Telinha


Band marca estreia da nova temporada do "CQC"


Após ter mais uma temporada confirmada, a Band já definiu a data de retorno do "CQC - Custe o Que Custar".

Segundo informações do jornal "O Estado de S.Paulo", o programa apresentado por Marcelo Tas voltará às telas da Band no dia 17 de março, às 22h30, ao vivo.

A equipe retornará das férias na próxima segunda (03), procurando encontrar soluções para alguns problemas: Oscar Filho anunciou que não ficará na bancada e se limitará a fazer reportagens do quadro "Proteste Já", e Monica Iozzi saiu do humorístico, querendo se dedicar mais à carreira de atriz. A moça assinou com a Globo e participa do "BBB14", porém, ela deverá atuar em uma novela da emissora no segundo semestre.

O "CQC" marcou médias entre 4 e 6 pontos no Ibope em 2013, mas teve uma queda no segundo semestre do ano passado.

Fonte: Na Telinha


Record News lançará novidades em fevereiro


Conforme já noticiado pelo NaTelinha, a Record News vai mudar sua identidade visual e também seu estilo de apresentar as notícias.

A partir de fevereiro, o canal de notícias da Record terá novo slogan, baseado na liderança de audiência entre os noticiosos, novas vinhetas e novos cenários.

Para o telespectador, o slogan será: “Record News, a líder em notícias”. Já para o mercado publicitário foi desenvolvido outro: “Record News, o canal de notícias mais assistido pelos brasileiros”.

Segundo o portal “Comunique-se”, o novo estúdio, onde serão gravados programas como “Hora News” e “Zapping”, entre outros, será inaugurado em uma edição especial do “Jornal da Record News”, comandado por Heródoto Barbeiro.

Falando do principal jornal do canal, o novo cenário não contará mais com bancada , e sim poltronas, para aproximar o telespectador do noticiário, que manterá a interação com o público pela internet. Além disso tudo, a emissora voltará a exibir o talk-show “Late Show with David Letterman”, da rede americana CBS.

A Record News tem, segundo dados do Ibope, 28 mil telespectadores por minuto, o dobro se somada a audiência de Globo News e Band News, que por sua vez podem ser sintonizadas apenas pela TV por assinatura.

Fonte: na Telinha


Osmar de Oliveira abandona estúdio do "Jogo Aberto"


Na tarde desta quinta-feira (30), um mal-estar dominou o estúdio do programa "Jogo Aberto", na Band.

O comentarista Osmar de Oliveira abandonou o programa ao vivo, irritado.

Tudo aconteceu porque Renata Fan, Ulisses Costa, Denilson e toda a equipe da atração ficaram brincando sobre a derrota do Corinthians na noite de ontem, quando levou 5 a 1 do Santos, válido pelo Campeonato Paulista.

Em determinado momento, um VT entrou no ar ao som fúnebre, mostrando os gols do Santos. Logo depois, Dr. Osmar bradou: "eu não vou me submeter mais à brincadeira. Até logo", deixando o estúdio.

Renata Fan ficou muda, com aparência de ironia, enquanto o comentarista Ulisses Costa começou a falar, para tentar quebrar o clima.

Como se sabe, Osmar de Oliveira é corinthiano fanático.

Fonte: na Telinha


Sony surpreende e adquire a novela "Metamorphoses"


Um anúncio feito pela distribuidora Vip 2000 TV na Napte 2014, uma das principais feiras de televisão do mundo, chamou a atenção nesta quinta-feira (30).

A produtora anunciou um acordo com a Sony Pictures Latin America, que adquiriu alguns produtos, dentre eles a novela “Metamorphoses”, produzida pela Casablanca e exibida pela Rede Record em 2004, sendo uma das novelas mais desastrosas da televisão brasileira.

O Ibope da trama foi de apenas 4 pontos na Grande São Paulo, chegando a dar anti-picos de traço. A novela foi escrita por vários autores, já que todos tinham desavenças com a dona da Casablanca, Arlette Siaretta.

“Metamorphoses” é vendida no exterior como série, o que não é novidade. A Vip 2000 TV vende novelas brasileiras, como “Pantanal” e “Uga Uga”, no mesmo formato. Fora do país, a trama também não tem feito muito sucesso: no Peru, por exemplo, “Metamorphoses” teve apenas 4 capítulos exibidos.

Os direitos para TV paga valem para toda a América Latina, incluindo o Brasil. A programadora deve exibir “Methamorphoses” no Sony Spin, para cumprir a cota de programação independente e nacional.

Fonte: na Telinha


"24 Horas" poderá ganhar novas temporadas


O retorno da série "24 Horas", que inicialmente contará com apenas uma rápida exibição de doze episódios, poderá gerar novas temporadas.

Em seu perfil no Twitter o produtor David Fury disse que, caso a audiência corresponda, a atração poderá ganhar uma ou mais temporadas além da já anunciada. Além disso, Fury confirmou que todos eventos deste nono ano do programa irão se passar em Londres.

Com o subtítulo de "Live Another Day", a trama novamente se passará em um período de 24 horas e mostrará Jack Bauer (Kiefer Sutherland) morando em Londres como um fugitivo e, de lá, tendo que enfrentar mais um grupo de terroristas que planejam atacar os Estados Unidos.

O programa ainda contará com os retornos de Mary Lynn Rajskub como Chloe, Kim Raver como Audrey e William Devane como presidente Heller, além de novas adições como Tate Donovan, Benjamin Bratt e Yvonne Strahovski.

Fonte: na Telinha

______

Ficamos por aqui, de olho na telinha.

Twitter: @bysilver_br
Oferecimento: Arte Final Gráfica

-

30 de janeiro de 2014

ENCONTRO DO SÉCULO - Cap 211 e 212

< Web Novela de MARCOS SILVÉRIO >

No capítulo anterior...
Domitília pergunta quem teria encomendado sua morte
Chalaça afirma que a única interessada seria Beija
A Marquesa promete se vingar da rival
Leopoldina sofre aborto e perde o bebê que esperava
Domitília tenta visitar a Imperatriz, mas Paranaguá a impede
O estado de saúde se agrava e Leopoldina morre
O Marquês e o casal de embaixadores culpam Domitília
Enfurecido, o povo tenta invadir a casa da Marquesa para linchá-la

CAP. 211

DOMITÍLIA: Ai, meu Deus! E agora, o que eu faço?

Do lado de fora as pessoas se aproximam, com gritos e xingamentos.
 
___ Vamos matar essa desgraçada!
___ Maldita! Ela matou nossa Imperatriz!

Quando vira assustada, Domitília depara-se com o Tenente Moraes, chefe da guarda pessoal do Imperador.

TEN. MORAES: Venha, Marquesa! Vou tirá-la daqui.

O militar a puxa pelo braço, com certa rispidez, e saem correndo em direção aos fundos da propriedade.

A turba raivosa invade a casa, e ao perceber que Domitília não está, vasculha tudo. Para extravasar sua fúria, destrói tudo que encontra pela frente: móveis, utensílios, objetos de decoração... Enfim, quase tudo é danificado.

Corta para o sobrado da Rua do Ouvidor. Beija e Josefa tomam chá no jardim, sob uma frondosa árvore.

BEIJA: Para lhe dizer a verdade, não sei onde esse relacionamento com Pedro pode me levar... No começo, quando ainda era jovem, e ele, solteiro, tinha alguma esperança de que pudéssemos casar. Mas depois, D. João vetou, disse que para o reino era melhor que o filho se casasse com alguém da nobreza.
JOSEFA: E Pedro nem tentou impor sua vontade? Simplesmente aceitou?
BEIJA: Você não conhece Pedro... Tentou, tentou muito, mas D. João permaneceu irredutível, sem ceder um milímetro. Quem morria de amores por mim, pasme, era D. Carlota Joaquina. Todo mundo diz que é louca, destrambelhada, mas é uma criatura adorável. E fazia o maior gosto no meu casamento com Pedro...
JOSEFA: Incrível! Conquistou D. Carlota que é tida como louca, insensata e tudo que tem de ruim e não sensibilizou D. João que é elogiado como sensato, ponderado... Inacreditável isso...
BEIJA: Sabe, se lhe disser que nunca sonhei em ser a imperatriz do Brasil, estaria mentindo. Claro que já me passou pela cabeça... Acho que passa pela cabeça de qualquer uma que se aproxima do Imperador. E nós vivemos uma longa história de amor. Mas hoje, nas reais circunstâncias, vejo essa possibilidade como tão remota...
JOSEFA: Seria isso mesmo, Beija, não está tentando se enganar?
BEIJA: Para você, minha amiga de tantos anos, posso confessar: sim, no fundo ainda sonho em ser a imperatriz do Brasil. Afinal de contas foi por esse motivo que vim para o Rio de Janeiro. Mas, depois de tudo que aconteceu, acho difícil. Estou sem esperanças.
JOSEFA: Mas não é para os seus braços que Pedro volta depois de todas as crises?
BEIJA: Volta para meus braços até se curar. Depois se atira na cama de qualquer uma que lhe dê confiança. Pedro é um “galinha” incorrigível. E vai ser assim a vida inteira. Quem quiser conviver com ele terá de aceitar isso, ou simplesmente não conseguirá conviver.
JOSEFA: Se esse é seu desejo, se tornar a imperatriz do Brasil, vá em frente, amiga. Lute por seu sonho. Afinal, Pedro agora está viúvo e em breve terá de se casar de novo...
BEIJA: E Domitília, o que eu faço com ela? Já está vigiando esse posto de imperatriz como uma tigresa parida.

Sala do sobrado do Estácio de Sá.

TEN. MORAES: Fique tranquila, Marquesa, aqui estaremos em segurança por algum tempo. Ninguém sabe de sua presença aqui.
DOMITÍLIA: Não sei o que seria de mim se não tivesse aparecido naquele momento. Não sei do que aquela multidão seria capaz. Você salvou a minha vida. Eu nem sei como agradecê-lo.
TEN. MORAES: Não precisa, Marquesa. (e olha fixamente no fundo dos seus olhos)

De súbito, Moraes a puxa contra si e a beija com paixão. Domitília reluta, mas logo em seguida se entrega ao prazer daquele beijo.

Nesse instante Chalaça adentra a sala e presencia a cena, boquiaberto.

Continua...

< Web Novela de MARCOS SILVÉRIO >

No capítulo anterior...
O estado de saúde de Leopoldina se agrava e ela morre
Enfurecido, o povo tenta invadir a casa de Domitília para linchá-la
Ten. Moraes salva a Marquesa fugindo pelos fundos da propriedade
A multidão descontrolada depreda a mansão
Beija confessa a Josefa seu sonho de ser a nova Imperatriz
Ao tentar agradecer ao Ten. Moraes, Domitília é beijada com paixão
Chalaça chega e presencia a cena, boquiaberto

CAP. 212

Antes que o casal perceba, Chalaça se retira intrigado.

TEN. MORAES: Perdoe-me, Marquesa, mas não pude resistir. Desde que me tornei chefe da guarda pessoal do Imperador e passei a conviver mais de perto com a senhora, sinto algo inexplicável. Uma atração, um desejo, algo realmente incontrolável.
DOMITÍLIA: Melhor se controlar, meu rapaz, ou correrá o risco de ficar sem a sua cabeça... (tom) Mas gostei da sua ousadia. Gosto de homens impetuosos, audazes. E para dizer a verdade tem um beijo que é um néctar dos deuses...

Novamente no ímpeto, Moraes a beija com paixão, a toma nos braços e a leva para o quarto. Ali fazem amor selvagem, como se nada os pudesse incomodar.

Corta para o Batalhão do Exército.

Um capitão estúpido e tirano tenta intimidar seu subordinado.

CAPITÃO: Estou sabendo que há no Batalhão um soldado raso, cheio de idéias, hábil com as palavras e que está fazendo a cabeça dos demais, incitando a insubordinação, o desrespeito às ordens, às leis, ao Imperador... Isso é verdade, soldado?
AUGUSTO (voz firme): Não tenho conhecimento disso, senhor.
CAPITÃO: Pois eu tenho! E lhe digo mais: está havendo uma espécie de rebelião neste Batalhão. E o senhor (batendo-lhe no peito com o dedo indicador) O senhor é o líder dessa rebelião.
AUGUSTO: Não há rebelião, senhor.
CAPITÃO: Está dizendo que sou mentiroso, soldado?
AUGUSTO: Não, senhor.
CAPITÃO: Os soldados estão sendo influenciados, isso é fato, e estão tendo atitudes nunca antes imaginadas nesse quartel. Sei de fontes seguras que essas idéias estão saindo da sua cabeça. Isso é verdade?
AUGUSTO: Tenho minhas idéias, senhor, mas não obrigo ninguém a fazer nada. Compartilha com elas quem quer.
CAPITÃO: Para seu próprio bem, é melhor que fique calado. Que cumpra com seu dever em silêncio. Guarde suas idéias para si. Ou pagará muito caro por essa rebeldia. E das próximas vezes não serei tão benevolente quanto agora. Estamos conversados?
AUGUSTO: Sim, senhor.
CAPITÃO: Pode se retirar.

Enquanto isso, na Fazenda Santa Cruz...

DOMITÍLIA: Chalaça, preciso que me arranje uns quatro ou cinco negros para fazer um servicinho... Mas gente de confiança mesmo.
CHALAÇA (desconfiado): Titília... O que está pretendendo dessa vez?
DOMITÍLIA: Fique tranquilo... Não é você que tem sede de vingança em Beija, por ter sido menosprezado e ignorado por ela tantas vezes? Confie em mim... Você gostará da surpresinha que estou preparando... Ela não tem a fama de mulher mais linda da Corte? Pois não terá mais!

Alguns dias depois, no Gabinete do Paço Imperial.

PEDRO (nervoso): Chalaça, quero a verdade! Eu não admito que me traia uma segunda vez! O que existe de fato entre Titília e o tenente Moraes?

Chalaça se vê em apuros.

Continua amanhã às 21:00 horas...

Walcyr Carrasco conseguiu colocar o público para torcer pelo casal gay de “Amor à Vida”:

A torcida do público para Félix terminar com Niko em “Amor à Vida” mostra que muita coisa mudou na televisão brasileira, principalmente em relação ao comportamento do telespectador. Os relacionamentos homossexuais sempre ocuparam um lugar discreto nos folhetins e os gays eram retratados através de caricaturas com tintas bem carregadas. O público mais conservador não aceitava muito essa história de casamentos e namoros entre pessoas do mesmo sexo. Silvio de Abreu, por exemplo, teve que matar uma personagem em “Torre de Babel” porque quem estava em casa não queria nem imaginar que ela poderia paquerar a Gloria Menezes.

O mundo andou, as coisas mudaram. “Amor à Vida” avançou em vários aspectos, apesar de em alguns momentos Félix, Niko e Eron exagerarem nos trejeitos e no tom da fala. Durante toda a novela de Walcyr Carrasco acompanhamos em casa a história de um casal gay que desejava ter um filho e constituir uma família até que entrou em jogo a vilã Amarylis e destruiu a vida deles. Homens e mulheres torceram por este casal. Agora, quem não deseja que Félix se entregue à paixão que sente por “Carneirinho”? Os personagens de Mateus Solano e Thiago Fragoso caíram na graça do público e se transformaram no casal principal de “Amor à Vida”.

Walcyr Carrasco foi muito inteligente ao não focar na velha polêmica do beijo gay para envolver todo mundo numa discussão mais ampla ao direito de ser feliz ao lado de quem se ama. Agora, o beijo é o de menos e, se acontecer, será tratado com mais naturalidade.

Texto: José Armando Vannucci.
Fonte: Parabólica JP.
Foto: Divulgação/Globo.